Palavras, ditas vivas, sentimentos, vivos tambem, um pouco de mim, aqui, para ti que lês, que vês, assim.... Comentários são sujeitos a análise prévia, em face dos abusos cometidos por algumas pessoas.
Sábado, 7 de Maio de 2005
Filosofices
Pensei que já não sabia escrever, que a outros teria que ouvir dizer, pensei, pensei que iria ser proscrito, qual poeta maldito, que profana a alma e a mente, que encosta a caneta na alma da Gente, pensei que houvera um ocaso, que não poderia ser mais hebreu, que afinal já não era eu.

Pensei que já não havia amanhãs, que não me ríria com gosto, que não mais olharia no rosto, nos olhos, a vida, essa coisa desmedida, sem fim anunciado, essa maravilha que é gostar de ser, ser alguém, com prazer, ser bonito, ser gostoso, ser poeta, ser actor, ser palhaço, ser doutor, ser de tudo, de tudo um pouco, como eu gosto de ser louco.

Pensei, logo existi



publicado por PAU_LINDO às 19:54
link do post | favorito

De Anónimo a 8 de Maio de 2005 às 07:04
A esta hora só me apraz uma observação: "Penso logo rápido!" :p Bjokasmarianuvem
</a>
(mailto:marianuvem@sapo.pt)


Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.