Palavras, ditas vivas, sentimentos, vivos tambem, um pouco de mim, aqui, para ti que lês, que vês, assim.... Comentários são sujeitos a análise prévia, em face dos abusos cometidos por algumas pessoas.
Sexta-feira, 26 de Agosto de 2005
Algures, tu
Digo-lhe que é bonita, chama-me de simpático, digo-lhe que é sexy, cora e não responde, não sabe deixar-se ser, apenas se esconde, digo-lhe que é meiga, carinhosa, gentil, acha-me um doido, diz-me que estou febril.

Não sei que diga a esta mulher, não sei se diga algo sequer, acho que vou é ficar calado, dar-lhe um abraço apertado, cobri-la de beijos, de carícias, de amor, deixá-la saber que é raínha de meu peito, um reino assim meio estreito, mas, enfim, é o seu.

Amanhã compro-lhe flores, falo-lhe de doces, ternuras, amores, vou à ópera, ao cinema, ao jardim, levo-a ao teatro, à praia, a um bar, falo-lhe de um amor sem fim, dum tal amor que tem amar dentro de si, dentro de mim.

Um dia destes, quem sabe lá, vou gostar de ter gostado assim, vou sentir que valeu a pena esperar, acreditar, lutar, nesse dia, ao olhar para trás, vou descobrir quão feliz sou, fui e serei.

Não eras de verdade, afinal sonhei, não existes, estavas no meu sonho, foi bom saber que algures, ainda que fosse num sonho, tu amaste e eu amei.

Pergunto-me, será que sonhei ou apenas foi uma premonição, um futuro ou uma ilusão, quem sabe, eu, por certo, não, mas sei que, se ser feliz é ser assim, eu quero você toda para mim.



publicado por PAU_LINDO às 19:15
link do post | comentar | favorito

4 comentários:
De Anónimo a 22 de Setembro de 2005 às 09:43
Mulher de sonho ou sonho de mulher? Descendo à realidade como dizia António Gedeão "O sonho comanda a vida"... e eu penso que é assim pois enquanto sonharmos vamos tentando alcançar aquilo que "vemos" em imagens mais ou menos difusos (ou será confusas). Os sonhos acontecem e realizam-se... acreditando neles e lutando, trabalhando, nao desisindo, eles vão-se deixando realizar.

Beijos e Bons sonhos :-)

Saphira6
</a>
(mailto:tpflopes@netcabo.pt)


De Anónimo a 8 de Setembro de 2005 às 00:21
mais uma vez. escreve divinalmente.Quem me dera ter esse previlégio. Sem comentários. O Futuro guarda para quem assim escreve coisas muito boas, é o que desejo para sí. Beijowhitedolphin
</a>
(mailto:whitedolphin@sapo.pt)


De Anónimo a 29 de Agosto de 2005 às 20:58
"Não eras de verdade, afinal sonhei, não existes," - disse ele. Ela, acrescentou "... mansamente, resististe a todas as torturas,
a todas as angústias, a todos os contratempos,enquanto elas, do alto incessível das suas alturas,foram caindo,caindo,caindo,caindo, caindo sempre,e sempre, ininterruptamente, na razão directa do quadrado dos tempos".
G d T, sabias?
Beijo.
T.
T, eu
</a>
(mailto:elesabe@hotmail.com)


De Anónimo a 27 de Agosto de 2005 às 20:36
Quem sabe se não foi um sonho, se não foi bom também para ela, se ela não quereria ser toda sua...Se ela não é toda sua, mesmo sem o saber?
Sexy
</a>
(mailto:fama.iglesias@hotmail.com)


Comentar post