Palavras, ditas vivas, sentimentos, vivos tambem, um pouco de mim, aqui, para ti que lês, que vês, assim.... Comentários são sujeitos a análise prévia, em face dos abusos cometidos por algumas pessoas.
Terça-feira, 9 de Maio de 2006
Sorrisos de amor

Às vezes descobrimos em nós sentimentos novos, onde antes havia uma pedra nasce uma flor, onde outrora houve um vazio existe hoje um amor.

 

Tantas e tantas vezes nos achamos incapazes de voltar a sorrir, de voltar a vencer, de voltar a triunfar sobre as tristezas, as desilusões, os escolhos que vão surgindo na vida e, depois, descobrimos que ainda somos capazes de voltar a olhar o futuro com esperança, com um brilho no olhar, ora cansado, hoje resplandecente.

 

Ser capaz é, afinal, o desafio que a vida nos coloca. Não basta estar perto, não é suficiente avistarmos a felicidade, é preciso estar lá, vivê-la, usufruí-la, ser feliz de facto, não sonhar apenas.

 

Sinto que a vida me colocou vários desafios, alguns bem duros, desses se encarregou a morte, levou-me os que amava, tentou, algumas vezes, levar-me, não o conseguiu, mas, hoje, volvidos quase 44 anos, sinto que venci, sinto que conheci tanta coisa boa, tanto amor, tanta felicidade, tanto sorrir, tanta coisa linda que nem sei mais sorrir sem me emocionar quando relembro esse meu passado.

 

Todos os dias quero ver este ciclo renovado, o da felicidade, o da abertura de espírito, o da elevação, sempre, num constante crescendo, é querer demais? Penso que não, e, se for, cá estou para assumir tal exagero.

 

Enfim, nem convencido, nem vencido, apenas vencedor e vencendo cada dia para que um dia, ao fechar os olhos, ao parar de sorrir, deixe para trás um Mundo com mais amor, com mais sorrisos, onde seja lembrado por ser bom e não por ser mais um.

 

Se dúvidas houver de como é bom sorrir, de como faz bem à alma sorrir, façam-me um favorzinho, sorriam para mim, e sintam-se felizes, acabam de me fazer bem, de me fazer sorrir, de me fazer feliz.

 

Um dia, sorri e foi tão bom, tão bonito, senti-me um menino, um sorriso bendito que me fez sorrir e eu ali perdido naquele momento, naquela ternura, naquele carinho, senti-me reviver, senti que iria ser um sorriso para toda a vida, essa nossa vida, nesse dia renasci, revivi, olhei para ti, e, sem saber como te agradecer, sorri.

 

 


música: "É isso aí"

publicado por PAU_LINDO às 19:43
link do post | comentar | favorito

5 comentários:
De Clara a 9 de Maio de 2006 às 21:57
Já tinha saudades de te ler! Talvez pq "veja" q já passaste por dificuldades mas, sobrevives! Tb já tive a minha dose mas, tenho momentos que deixo de sorrir. Sorrio qd te leio!
Obrigada...1bj


De Clara a 9 de Maio de 2006 às 22:00
Mas, mas, mas,,,agora vi! foram "mas" a mais!


De me a 19 de Maio de 2006 às 16:39
não comento apenas sorrio, nao vá ser bloqueada


De a 23 de Julho de 2006 às 11:31
Comentar um texto....já é um desafio..comentar esse texto...com toda a complexidade da emoção nele contidos...certamente ultrapassa a minha capacidade...
Mas...sorrisos...felicidades...crescimento interior...esperanças...PODEM e DEVEM fazer parte do ciclo de renovado de qualquer um de nós...
E....LEMBRANÇAS que nos fazem felizes...que nos transporta a momentos nunca antes vivenciados...precisam ser relembrados e renovados sempre...
LINDO TEXTO!!!


De a 23 de Julho de 2006 às 11:59
SORRIR....faz bem pro corpo..pra alma....pro espírito... sem dúvidas!!!
Saber sorrir e fazer o outro sorrir...é muito mais complexo...no entanto, quando existe cumplicidade...sintonia...objetivos comuns...propósitos idênticos...o mundo lá fora passa a ser pequeno demais... diante desse pequenino mas grandioso gesto...
Seu texto me fez relembrar alguns desses momentos...


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

25
26
27
28
29
30

31


posts recentes

Amanhã é Natal ?

Natal, pois...

Resistir

Sagradas

Tristeza

5 anos

Ordens inversas

Olhar

I Love You Very Much...à ...

Eu amo e sei

arquivos

Dezembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Julho 2004

Junho 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds