Palavras, ditas vivas, sentimentos, vivos tambem, um pouco de mim, aqui, para ti que lês, que vês, assim.... Comentários são sujeitos a análise prévia, em face dos abusos cometidos por algumas pessoas.
Sexta-feira, 20 de Fevereiro de 2004
Tu, Mar
troia.jpg

Olhei o mar e vi-te, algures na imensidão deste olhar, cheirei-te, ouvi-te, para te ver basta olhar o mar.

A brisa, fresca, alegre, beija-me o rosto, afaga-me o olhar, acaricia-me o sorriso, como só tu o fazias, carinho meu, pensar que estavas aqui, tão perto de mim, e eu olhava o céu.

As gaivotas dançam, ouvindo os meus inconfessáveis segredos, palavras de amor, de saudade, o sol adormece, eu mergulho no sonho de te ver, de novo, ali, nos meus braços.

Namorar a tua voz, dançar no teu corpo, beijar o teu olhar, tudo, basta olhar o mar.

Para ti.




publicado por PAU_LINDO às 15:02
link do post | comentar | favorito

3 comentários:
De Anónimo a 4 de Julho de 2005 às 02:23
seria mesmo o mar que tu vias.....hummmm ou alguem que ja esteve nesses braços e por motivos alheios aos demais... desapareceu nas ondas que compõem a tua vida......bom não tenho nada a ver com isso mas se realmente gostaste de ter tido esse mar, se for ele que te preenche põe o orgulho, a casmurice e outros tantos defeitos de lado e pega nas boas qualidades que possuis, isto porque quem escreve desta maneira não é concerteza uma pessoa sem sentimentos muito pelo contrário é alguém que tem um coração de igual dimensão á do mar, e vai em busca daquela que te faz falta..diz-lhe abertamente não tenhgas medo a vida so faz sentido quando não desistimos dela so porque apareceram no caminho pedras com as quais não contavamos....como te digo dá-te a ti outra change e arrisca novamente .... quem sabe se ao arriscares , encontres uma agradavel surpresa...não deixes para mais tarde fa-lo neste momento porque mais tarde pode ser tarde demais....e depois ficarás apenas com a memoria do que poderia ter sido se tivesses arriscado.....nunca é tarde para começar de novo.pebonito
</a>
(mailto:pebonito@sapo.pt)


De Anónimo a 25 de Fevereiro de 2004 às 20:51
Este...nem me atrevo a comentar...É tão profundo e tão teu...que só dá para achar....LINDOmané
</a>
(mailto:mariaborowka@sapo.pt)


De Anónimo a 21 de Fevereiro de 2004 às 00:30
Gostei muito deste texto! Adoro olhar o mar, é uma sensaçao de calma que me invade como se pairasse sob o Infinito!! A plenitude, força e grandeza do mar são algo excepcionalmente belo. Bjsmeialua
(http://recortesaoluar.blogs.sapo.pt)
(mailto:a_meialua@sapo.pt)


Comentar post