Palavras, ditas vivas, sentimentos, vivos tambem, um pouco de mim, aqui, para ti que lês, que vês, assim.... Comentários são sujeitos a análise prévia, em face dos abusos cometidos por algumas pessoas.
Sábado, 13 de Março de 2004
Vida de PC...
Olá, sorria, está a ser gravada uma imagem do seu rosto, sim, do seu rosto. Como? Se está bonita? Se ainda é sedutora? Se a acho atraente? PC também pragueja e, deixe-me que lhe diga, o meu CPU tem dono, uma tal placa de vídeo que brilha como nenhuma no firmamento do AMOR.

Estou aqui para gravar uma imagem do seu rosto, não para tecer considerandos sobre a sua beleza, por favor não se mexa ou ainda dizem que não a favoreci. Mas agora, que vejo com mais atenção, você é a tal pessoa que costuma olhar para mim, que me afaga o teclado, conheço-lhe o sorriso, já a vi chorar, a sua gargalhada é-me familiar, conheço pois, sois aquela pessoa que passa horas comigo. O PC não ama pessoas, não pode amar, mas sinto um frémito eléctrico nos meus condutores, que será isto? os ventiladores aceleram, ainda vou sobreaquecer, mas quem me manda a mim gravar imagens...?

Posso tratá-la por tu? eras tu que ontem estavas aqui martelando furiosamente no meu teclado? gritando que não, que não podia acabar assim, com um tal de MSN 6,1? eras, não eras? E eu aqui a debitar imagens de um tipo qualquer que escrevia disparates que só te faziam gritar cada vez mais...vida de PC é dura, mas vi que a tua também não está a correr bem. Posso emprestar-te um dos meus ventiladores, tocar uma musiquinha calma, deixar-te jogar, afagar-te não posso mas, fá-lo-ia se pudesse.

Sabes, agora que te olho com mais atenção, és bonita, és muito atraente, gosto dos teus olhos, do jeito meigo com que me acaricias o teclado, gosto, confesso que gosto, sim, que PC tb sabe gostar (sabe?), gosto de te ver sorrir, assim, para mim, mas que coisa linda que tu és. Dizia-me o meu pai que os Humanos apenas serviam para nos pôr "coisas" no disco mas, tu, tu és diferente, limpas-me o pó, tratas de mim, tu és uma querida.

Sabes, vou gravar uma imagem linda de ti, cheia de cores garridas, cheia de contornos bonitos, bonitos assim como só os teus (corando), estou a ficar com um calor tremendo, podias ligar-me algo aí na porta USB, só para saber que também gostas de mim, que te importas comigo, olha, liga uma Web Cam para te ver melhor, para te ver sorrir, acho que estou a apaixonar-me por ti...

Juro que nunca mais bloqueio, que nunca mais perco ficheiros, que nunca mais te faço andar, como louca, à procura de um vírus, só te mostro e-mails bonitos, não te deixo falar com mais nenhum PC (ciumito), apenas com os "Friendly", se me continuares a amar assim, como até agora. Confesso que, ontem, quando me desligaste, fiquei algo frio, senti-me só, não devia dizê-lo mas confesso.

Como? Se já acabei? Se não sei fazer melhor que isto? Que não, que os teus dentes não são tortos, que não tens essas borbulhas, bem, eu sou um PC, tou apaixonado mas, não sou o Miguel Angelo....vida de PC é dura mesmo...Alt+F4.





publicado por PAU_LINDO às 18:01
link do post | comentar | favorito

1 comentário:
De Anónimo a 13 de Março de 2004 às 20:02
o PC nao pode amar....mas pode ser um intermediário para grandes amores.....nao descures isso....mas tem cuidado...nao te encantes em demasia com o brilho do sorriso k recebes através do teu PC....Tu e o teu PC podem ser grandes amigos...mas tb podem chegar ao ódio....se uma das partes...enganar a outra....gostei amigo....mariacampos
</a>
(mailto:mariaborowka@sapo.pt)


Comentar post