Palavras, ditas vivas, sentimentos, vivos tambem, um pouco de mim, aqui, para ti que lês, que vês, assim.... Comentários são sujeitos a análise prévia, em face dos abusos cometidos por algumas pessoas.
Sábado, 28 de Janeiro de 2006
Hoje quero ser amor
Hoje quero ser amor, quero ser carinho, quero ser um calor só teu, quero ser só amado, amante, quero ver as lágrimas, os sorrisos, os beijos numa loucura de paixão, intensa, sentida, densa, querida, imensa, hoje quero ser só teu.

Hoje vou dizer-te segredos loucos, ouvir os teus gemidos roucos, derreter, amar, num sofrer de ternura, num carinho demente, numa profusão de toques, de alma, de sentires, de quereres, de desejos, todos bons, todos assim, assim como estes beijos.

Hoje vou ficar nos teus braços, vou-te ter nos meus, hoje vou ser menino, num louco desatino, o de te saber só minha e eu sou teu. Nem sei como será viver sem ti, não lembro, não imagino, não sei ser um adulto, quero apenas ser este menino.

Hoje vou olhar o teu cabelo, tocar o teu respirar, querer sentir o teu suor, os teus seios, vou querer descobrir os meios, os extremos, os caminhos, essas belezas que tu tens, só tuas, só minhas, fazes meu coração sorrir.

Amanhã vai ser hoje e nunca mais



publicado por PAU_LINDO às 20:59
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

Segunda-feira, 23 de Janeiro de 2006
Pavões
Reflectir não é coisa só de espelho, é também de gente, feita de muito pensar, de muito querer, de algum olhar, acho que feita de juízo, de razão, não se pode deixar entrar a emoção e lá seguimos absortos nesses momentos de reflexão.

Tenho reflectido, faz parte de um jogo de equilíbrios instáveis, os da razão e os outros, aqueles mais insondáveis, tenho pensado muito e sem detença, tenho pensado ausente e em presença, já nem sei se tanto deva pensar, reflectir, mas, o que preocupa é que no fim de tanto esforço não acabo a sorrir.

Descubro no pensamento memórias recentes, de pavões, supostos docentes, que se arvoram de senhores, ainda que só sejam doutores, que se julgam poder soberano, decisórios, decisores, mas não, são apenas professores pois senhores...só lá para o ano.

Ficai pois bicando vossas penas, armai-vos vistosos de um suposto saber que eu cá vou, embora a custo, sendo um senhor, ainda que sem um tusto, sonhando, um dia, ser um doutor.



publicado por PAU_LINDO às 16:33
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

A vida é bela
Ontem voltei a chorar como um menino ao ver um menino brincar.
Ontem voltei a sentir a emoção de assistir a um amor sem fim.
Ontem voltei a sentir que a vida é amor ainda que na morte.
Ontem voltei a pensar que um amor assim merecia outra sorte.

Habiamo Vinto !
Mama!
Papa!
Principessa!

Palavras de um filme onde desfila o amor, o de pai e mãe, o de gente que viveu a Segunda Guerra Mundial, o horror da deportação, do extermínio, do sarcasmo rácico que, ninguém que alguem seja, algum dia entenderá.

Soberbo o desempenho de Roberto Benini, genial na figura de um homem grande num corpo pequeno. Transcende-o, a alma, o amor, o sorriso com que encara o terror, aquela maravilhosa lição de amor grande, amor eterno, que resistiu até ao inferno.

A vida é bela.


publicado por PAU_LINDO às 16:18
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

25
26
27
28
29
30

31


posts recentes

Amanhã é Natal ?

Natal, pois...

Resistir

Sagradas

Tristeza

5 anos

Ordens inversas

Olhar

I Love You Very Much...à ...

Eu amo e sei

arquivos

Dezembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Julho 2004

Junho 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds