Palavras, ditas vivas, sentimentos, vivos tambem, um pouco de mim, aqui, para ti que lês, que vês, assim.... Comentários são sujeitos a análise prévia, em face dos abusos cometidos por algumas pessoas.
Quinta-feira, 11 de Novembro de 2004
Papagaio de papel
Sou um papagaio de papel, tenho coração de mel, alma de cordel, não sei o que sentir, nem sei se devo sorrir, sei apenas que vou sorrindo, vou voando, fugindo, para lá deste papel onde vivo, onde estou, enfim, que sou.


publicado por PAU_LINDO às 14:58
link do post | comentar | favorito

1 comentário:
De Anónimo a 11 de Novembro de 2004 às 16:41
lindooooo..... (ke koisa so sei dizer isto ehehe) :)))))pluma
</a>
(mailto:plumacaprichosa@hotmail.com)


Comentar post