Palavras, ditas vivas, sentimentos, vivos tambem, um pouco de mim, aqui, para ti que lês, que vês, assim.... Comentários são sujeitos a análise prévia, em face dos abusos cometidos por algumas pessoas.
Domingo, 16 de Janeiro de 2005
Amô
Cê, minha nega,cê mi fais um xamego gostoso, mi dá esse seu beijo guloso, cê, minha nega, cê é Sol, é vida minha, é minha caboclinha, cê é amô.

Quando seu corpo transpirado se enrola no meu, também molhado, se ajeita na forma e no tacto, aí, bem aí minha nega cê faz eu o homi mais filiz deste Mundão piqueno, piqueno demais para este amô.

Um dia vou-ti beijar todinha, sem pará, em cada covinha, em cada lugarzinho, minha nêga, em todos essis lugarzinhos bauns que tu dá pra mim, como se eu fosse o dono de seu corpão lindo, esse corpo gostoso onde me banho, onde fico como um louco, onde me inpregno de seu cheiro, de seu calô, sabe minha nega, isso é amô.

Minha nêga, tu mi dá um tesão danado, tu mi faz senti gostado, desejado, amado, minha nega tu é meu tesão sim, um gostinho di sê, um calô di vivê, minha nêga tu é o meu amô.

Minha nêga, jura uma coisa pra mim, não morre nunca não, não me deixa aqui jogado no chão e se um dia tu quisé morrê eu juro pa ocê que eu não vou querê vivê, isso também é amô.




publicado por PAU_LINDO às 15:40
link do post | comentar | favorito

5 comentários:
De Anónimo a 2 de Fevereiro de 2005 às 03:38
é só Amô...:)genial... si liga vai..ou antes mi liga..lolllteresinha
(http://www.kuskamia.blogs.sapo.pt)
(mailto:kuskamia@sapo.pt)


De Anónimo a 22 de Janeiro de 2005 às 08:24
Dios, cuanto pregón. Debe de ser la edad, o el viento, vete tu a saber. Hay cosas que deberian quedar en la intimidad de cada uno. Porque suelen durar lo que dura, dura, o porque igual pueden herir la sensibilidad de los restos de algo anejo.B DE JAMB
</a>
(mailto:elenaos3@msn.com)


De Anónimo a 18 de Janeiro de 2005 às 13:55
Juro jurado qui lhi quéro muito bem, nêguinho meoNêguinha(pensando)
</a>
(mailto:cê-sabi@hotmail.com)


De Anónimo a 18 de Janeiro de 2005 às 01:51
Vem meu nêguinho, chega baixinho prá eu te fálá..

Tou gostando um txiquinho de ocê, xenti..tou até emocionáda com as palavra que tu mi desenhô neste coração de cabloquinha...Nêguinha
</a>
(mailto:Cê-sabi@hotmail.com)


De Anónimo a 18 de Janeiro de 2005 às 01:47
Besos, caricias, encuentros
a flor de piel.
Cuerpos desnudos
almas vestidas de amor
listas para danzar
en la fiesta de la unión.



Dulcinea Del Taboso (nêguinha de espanhola)
</a>
(mailto:cê-sabi@hotmail.com)


Comentar post