Palavras, ditas vivas, sentimentos, vivos tambem, um pouco de mim, aqui, para ti que lês, que vês, assim.... Comentários são sujeitos a análise prévia, em face dos abusos cometidos por algumas pessoas.
Sexta-feira, 4 de Fevereiro de 2005
Amigos para siempre
Vou na rua, vou a pé, vou de carro, vou de autocarro, estou no banho, no trabalho, na cama, no bidé, no sofá, na cozinha, na escada, no elevador, estou aqui, estou lá, eu já nem sei, esteja onde estiver ele vai comigo.

Junto ao peito, no calção, no umbigo, na mão, no bolso, na camisa, na mala, no carro, ao pescoço, em qualquer lado mas vai comigo.

Escravatura, dependência, irritação, marcação, vício, vibrante, cativante, bonitão, bonitinho, engraçado, jeitosinho, cabe em todo o lado, está sempre comigo.

Dei-lhe nome, faço-lhe festas, compro-lhe roupas, dou-lhe mimos.

Maldito telemóvel.


publicado por PAU_LINDO às 13:18
link do post | comentar | favorito

3 comentários:
De Anónimo a 3 de Março de 2006 às 10:57
Pois, a tecnologia à serviço do homem ou o homem escravo da tecnologia?
"Libertas que sera tamen" ... se assim o desejarem.
Cashmere
</a>
(mailto:jaciaragao@hotmail.com)


De Anónimo a 12 de Fevereiro de 2005 às 14:23
Por vezes dou comigo a pensar como era antes de ter telemóvel... e acho que não conseguiria passar sem ele. Beijos.Lobaaaaaaaaaaaaaaa
</a>
(mailto:celiasousa@msn.com)


De Anónimo a 9 de Fevereiro de 2005 às 22:43
Adoro sempre ler o k escreves e como tu tb digo "maldito telemovel" pois já não consigo passar sem ele. Logo eu k não gosto de ser dependente de nada. Um beijo.Alexandra
</a>
(mailto:xanabellem@hotmail.com)


Comentar post