Palavras, ditas vivas, sentimentos, vivos tambem, um pouco de mim, aqui, para ti que lês, que vês, assim.... Comentários são sujeitos a análise prévia, em face dos abusos cometidos por algumas pessoas.
Sexta-feira, 11 de Março de 2005
Flores
Ás vezes descobrimos numa flor, o perfume, outras, a cor, a forma, o belo, sempre queremos simbolizar algo com flores, seja em ramo, em braçada, num arranjo, numa apenas, as flores são ecos de um algo que queremos dizer.

As palavras nem sempre têm o glamour, o bouquet, o perfume das flores, não chegam nem perto daquelas cores vivas que nos enchem o olhar e, porque não dizê-lo, a alma.

Quando damos, quando recebemos, sempre as flores nos tocam com o seu jeito natural de serem belas, frescas, vivas. Vivas, disse bem, vivas, jovialmente vivas, garridas não apenas na cor como tambem na impressão que causam.

Um dia destes ofereci flores a um amigo.

Uns dias antes depositei flores no túmulo de outro amigo.

A ambos, que fique claro, aquelas flores eram o abraço de reconhecimento por ter amigos assim.


publicado por PAU_LINDO às 15:39
link do post | favorito

De Anónimo a 22 de Março de 2005 às 13:24
Que bonito... A minha flor preferida é o Malmequer... Eheheeh. Beijos.Lobaaaaaaaaaaaaaaa
</a>
(mailto:celiasousa@msn.com)


Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.