Palavras, ditas vivas, sentimentos, vivos tambem, um pouco de mim, aqui, para ti que lês, que vês, assim.... Comentários são sujeitos a análise prévia, em face dos abusos cometidos por algumas pessoas.
Sábado, 14 de Outubro de 2006
Resistir
Continuam, resistem, a tudo e a todos, morrem de fome aos milhares, diáriamentem e, no entanto, continuam a resistir, a alumiar a chama do amor, o de seus pais, o de muitos que lutam a seu lado, tentando debelar esse crime que a humanidade comete, deixar morrer as crianças.
 
Resistem, de forma peculiar, a tudo e a todos, brincam com a morte, com granadas, com bonecos de arame, com pedaços de morte, brincam e resistem, insistem em viver, e cometem o crime, o supremo crime, o de nascer.
 
Ei-las ali chapinhando num esgoto imundo, brincando, gritando, saltando, fugindo, inchando, de fome, definhando, morrendo, mas ainda assim, presenteando-nos, ironia suprema, com um sorriso ingénuo do tamanho do MUNDO.
 
Desculpem, mas, são milhares de sorrisos que todos os dias teimam em resistir, vamos tentar não chorar e, lutando com e como eles, aprender a sorrir.


publicado por PAU_LINDO às 15:31
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Segunda-feira, 9 de Outubro de 2006
Sagradas

Descobrir a beleza, encará-la, deixar-se ir no seu enlevo, é coisa de criança em loja de brinquedos ou de adulto em revelados segredos, mas, a beleza emancipa-nos, faz de nós pessoas melhores, gente que já viu, que já chorou, que sente saudade de quem partiu, de quem, na vida, nos olhou e com sua beleza nos agraciou.

 

Hoje olho uma bailarina, dançando num rodopio de emoções, movimentos de sonho, quase impossíveis, para si tão fáceis, tão aparentemente fáceis, e, extasiado com tal beleza, deixo-me levar naquela graciosidade, a música, o movimento, o vôo daquele cisne.

 

As imagens, que antes descrevi, perspassaram o meu imaginário lembrando a graciosidade de tantos e tantos bailados que a vida me proporcionou. A vida é pródiga em bailados, uns com movimentos graciosos e arrebatadores, outros, mais frequentes, com movimentos descoordenados e toscos.

 

Em todos os momentos, como com todos os bailados, sempre aprendi algo, ora a beleza do belo, ora a ausência desta fazendo lembrar a sua valia, sempre retirei algo de bom do mau, sem deixar de querer aprender a ver o belo, mesmo onde ele parecia não existir.

 

Mas, admito que estou cansado, a luta foi sempre grande e, hoje, passada tanta beleza, vejo tanto e tanto lodo que se me tolda a visão, o raciocínio, esse vai fazendo por claro ser, mas o resto está cansado, abatido, prostrado e, apetece-me desistir de o belo ver, desiste de me extasiar, desistir de viver.

 

Sobra-me o perfume da manhã, o chilreio dos pardais, as pessoas, vejo-as banais, sem valores, casuais, sobrevivendo sem nada mais, apenas um dia a menos ou a mais, uma imensa mole de poucos sisos, onde se apagam as dignidades, se matam os sorrisos.

 

Não quero viver assim, com gente que se vende por um lugar ao Sol, por uma cama, por um lençol, gente que se diz Homem ou Mulher e, no fundo, se comporta como um(a) qualquer.

 

Pobres Putas, tantas vezes evocadas, que por comparação parecem vacas sagradas ao lado das sagradas que vacas são.

 

Perdoai-me aqueles que continuam sendo de valor, pessoas para quem a dignidade é um rigor, estou farto de ver tanto estertor, tanta vergonha apelidada de vida.



publicado por PAU_LINDO às 18:03
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

25
26
27
28
29
30

31


posts recentes

Amanhã é Natal ?

Natal, pois...

Resistir

Sagradas

Tristeza

5 anos

Ordens inversas

Olhar

I Love You Very Much...à ...

Eu amo e sei

arquivos

Dezembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Julho 2004

Junho 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds