Palavras, ditas vivas, sentimentos, vivos tambem, um pouco de mim, aqui, para ti que lês, que vês, assim.... Comentários são sujeitos a análise prévia, em face dos abusos cometidos por algumas pessoas.
Terça-feira, 30 de Novembro de 2004
Velas para Si
Lembro, media-se uma vela por mim, outras por familiares, andava no meio daquela multidão de mão dada com meu avô, enchia de água um cantil de plástico que, à tiracolo, levava comigo orgulhosamente.

Lembro, as lágrimas de meu avô enquanto rezava, aprendi a respeitá-las, ainda garoto, aprendi que vinham de um lugar recôndito, que afinal os Homens, até os mais duros, também choravam mas que, sendo sinceras, as lágrimas podiam correr.

Lembro, milhares e milhares de pessoas, dizendo as suas preces, cada uma mais perto de Si, cada uma com necessidades mais prementes, com o coração mais apertado, todas, a uma voz, pedindo favores de felicidade, de cura.

Lembro, o cheiro das velas que ardiam em honra de tantas palavras ditas, pensadas, os restaurantes apinhados, a viagem de carro, de véspera que a estrada era pouca para tanta gente.

Lembro, havia no ar uma certeza, ali se expiavam os erros, se lavava a alma, ali, diante de Si, se pedia a calma, o calor de coração.

Lembro-me de tudo, hoje, até me lembro de lhe pedir, como ontem, que ajude os meninos com fome, era esta a minha prece de pequeno, que ajude quem precisa de Si.

Para vós, Nossa Senhora de Fátima, sou aquele pequeno que nunca sabia o que dizer mas que sempre vos achou tão bonita que só podíeis ser boazinha para todos.



publicado por PAU_LINDO às 23:35
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Action Boy
Os olhos faíscavam de alegria, o sorriso não podia ser maior, pulava, gritava, acabou saltando para o colo, irrequieto, deu um abraço, dificultado pela proeminente barriga do abraçado, via-se como estava feliz.

Disparei a bendita fotografia, o flash piscou num clarão que iluminava algo que iluminado estava pela alegria, não se mexeu, sorriu compenetrado, posou feliz, sabia que o momento era importante, ficou com aquele olhar e aquela pose de quem conhece a infindável alegria de ser criança.

Saltou para o chão, havia mais sorrisos, mais gritos, mais olhares alegres, em suma mais meninos e meninas, que queriam saltar para onde ele tinha estado, por isso saíu, resignado mas contente, já tinho tido o seu momento, já havia sido fotografado.

Continuámos os dois, de mão dada, um irresistível Action Man aqui, um Spider Man ali, o olhar perdido em tanto brinquedo, “Pai, aquele mete medo”, aquela bicicleta reluzente, aquela bola “do Figo”, uma verdadeira “tortura” para o olhar de uma criança e para a carteira de um Pai.

À noite, já adormecido, abraçado a um Super-Heroi qualquer, ainda tinha o mesmo sorriso, quem sabe sonhava com aqueles brinquedos todos que vira e sorria feliz.

Que seria de nós sem o PAI NATAL


publicado por PAU_LINDO às 16:42
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

Quarta-feira, 24 de Novembro de 2004
Não sei
Amiga da família, quase uma irmã.</p>
De nome, Marília, 33 anos.</p>
Advogada, política, Gente.</p>
Ontem, feliz por saber que o seu amigo havia entrado para a Faculdade. </p>
Ontem, de férias com meu Pai, na Grécia, vendo as Olimpíadas. </p>
Ontem, atarefada com a sua carreira política, com o seu escritório. </p>
Ontem, animada com o crescimento da empresa do Rui, o marido. </p>
Ontem, junto a nós num momento de dor, a partida de um ente querido. </p>
Ontem, feliz de saber que o amigo era assíduo e aplicado no Direito. </p>
Hoje..... </p>
Bem, hoje está em coma no Hospital. </p>
Não sei que te diga, amiga. </p>
Não sei como se escreve esta raiva perante tal injustiça. </p>
Não sei mesmo, fiquei sem saber o que dizer, o que pensar. </p>
Não sei, amiga, não sei. </p>
Daqui te mando um abraço muito grande, muito grande. </p>
Daqui, para ti, porque mais...não sei dizer.</p>


publicado por PAU_LINDO às 14:35
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

Sexta-feira, 19 de Novembro de 2004
Moínhos de vento

                riosado_barcos.jpg


Juntei aos meus os problemas dos meus amigos, tentei, em vão, ajudar quem não se quer ajudar a si mesmo, tentei, desesperei, exasperei e, resultado esperado, não consegui ajudar quem não quer ser ajudado, apenas consegui aumentar o meu stress, a minha indisponibilidade para aqueles que apenas me querem bem.


Ser amigo também é tomarmos como nossas as dores dos nossos amigos mas, suprema ironia, detemo-nos com casos patológicos, esquecemos e menosprezamos todos os outros, aqueles que, por sua vez, se preocupam conosco por nos ver em tal demanda, sem Roncinante e sem escudeiro, combatendo, sózinhos, moínhos de outros ventos que não os nossos.


Enfim, os amigos são para as ocasiões, as boas e as más, e, consequentemente, aqui deixo o meu voto que as demandas não te abatam, que os moínhos e suas ventanias não te tragam mais dores que aquelas tuas, já tão grandes, tão cruas. Sempre presente, mesmo quando ausente vos pareça.



publicado por PAU_LINDO às 15:56
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Quinta-feira, 11 de Novembro de 2004
Amizade
Retoquei-o, dei-lhe um jeito de sorriso meu, com o brilho do céu, a cor da vida, como novo, como o de sempe, aquele tal, bonito, aberto, genuíno.

Humedeci-o com algumas das lágrimas que ora se misturam com os sorrisos, senti-o quase igual ao que já foi. Esbocei-o, tímido, certo de ter feito justiça quando me revelei em sorriso para ti.

Ouvir a amizade, a palavra amiga, interessada, preocupada, é ser alguém, é ter quem goste de nós, também por isso, um sorriso para ti.


publicado por PAU_LINDO às 15:14
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|

Papagaio de papel
Sou um papagaio de papel, tenho coração de mel, alma de cordel, não sei o que sentir, nem sei se devo sorrir, sei apenas que vou sorrindo, vou voando, fugindo, para lá deste papel onde vivo, onde estou, enfim, que sou.


publicado por PAU_LINDO às 14:58
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

25
26
27
28
29
30

31


posts recentes

Amanhã é Natal ?

Natal, pois...

Resistir

Sagradas

Tristeza

5 anos

Ordens inversas

Olhar

I Love You Very Much...à ...

Eu amo e sei

arquivos

Dezembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Julho 2004

Junho 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds